Prefeitura entrega Unidade de Educação Infantil reformada e comunidade do bairro Castanheira comemora

• Atualizado há 2 semanas ago

“É uma sensação de gratidão e alívio. A gente pode sentir a confiança, que é transmitida para nós, mães, desde a educação até a alimentação, que é excelente. Antes a escola estava abandonado aqui, e agora  linda e aconchegante”, disse a autônoma Eliza de Souza Braga, 32 anos, sobre a Unidade de Educação Infantil (UEI) Rosemary Jorge. A UEI, no bairro Castanheira, foi totalmente reformada e entregue pelo prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, na manhã desta terça-feira, 14.

Com os dois filhos, Enzo, 5 anos, e Alisson Braga Barros, 2 anos, estudantes do Jardim II e Maternal I, a autônoma Eliza Braga afirma que a UEI reformada vai impactar, de forma positiva, o ensino das crianças.  “Agora vamos nos sentir mais seguros em deixar nossos filhos aqui”, comemora

UEI Rosemary Jorge – A Unidade tem 34 anos de fundação e foi a segunda vez que recebeu reforma completa, pois a última ocorreu há 15 anos.  A obra atual teve um investimento de R$ 456.092,42, recurso oriundo do Fundo Municipal de Educação (FME).

Reforma – O trabalho de revitalização incluiu o serviço de pintura geral, troca de telhado, forro, revisão elétrica e hidráulica, paisagismo e ainda a intervenção artística do Projeto Cores de Belém e implantação da Projeto Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia.

A obra beneficicou 25 servidores e as 151 crianças atendidas, na faixa etária de dois a cinco anos, em período integral, nas turmas de maternal I e II, jardim I e II na Unidade Escolar.

Educação humanizadora – Com uma proposta freireana, a UEI Rosemary Jorge defende e busca desenvolver uma educação que tem como premissa a humanização dos educadores e dos educandos, ou seja, uma educação como prática social humanizadora. Na unidade, as crianças aprendem brincando por meio das interações. Elas recebem quatro refeições: café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, acompanhado da secretária municipal de Educação (Semec), Márcia Bittencourt, e de representantes da comunidade escolar, descerrou a placa de reinauguração da Unidade de Educação Infantil (UEI) Rosemary Jorge e a placa em homenagem à professora Teodora Maria Machado.

Parquinho – Após a reinauguração, o prefeito conheceu os espaços reformados. Um desses espaços é o parquinho, que agora conta com novos brinquedos e cobertura de telhado. Antes, a estrutura ficava exposta, impossibilitando o uso do parquinho.

“Eu quero agradecer às famílias, pela confiança que têm em nós”, disse o prefeito de Belem, convidando os pais a participarem da mobilização para zerar o analfabetismo em Belém. “Para juntos termos o orgulho de ter Belém livre do analfabetismo. A educação é o compromisso com o futuro”, enfatizou Edmilson Rodrigues.

Confiança – A cantora Keyla Lima, 40 anos, mãe da Isis Mikelly, de três anos, do Maternal II, estava feliz em ver a filha brincando e explorando cada compartimento da nova UEI. “Para mim ver a escola reformada é muito importante não só para os nosso filhos mas para todo corpo docente. A reforma proporciona uma educação de qualidade, pois tem toda uma estrutura em que as crianças vão poder estudar e se alimentar adequadamente”, disse.

Keyla Lima afirma, ainda, que sente segurança ao deixar a filha na Unidade Escolar. “Quando a gente chega aqui e deixa os nossos filhos, às 7h30 da manhã, nós temos a segurança que deixamos no ambiente limpo e adequado. E, ao final da tarde, voltamos pra buscar nossos filhos com toda segurança, todas arrumadinhas e perfeitos, como nós os deixamos”,  contou a mãe da Isis.

Quem também sente confiança no trabalho desenvolvido na UEI é a dona de casa Ranielle Reis, 27 anos, mãe da estudante do Maternal II, Ana Shophie Felício, 3 anos. “É gratificante, porque sei que a minha filha  segura aqui com as professoras dedicadas e um espaço reformado e ainda com novos brinquedos”, disse Ranielle.

Compromisso – As reformas, em andamento, de mais de 80 escolas municipais desmonstram o compromisso da gestão municipal em zerar o analfabetismo e tornar a cidade mais leitora.

“Qualquer escola municipal reformada e entregue por nós terá qualidade arquitetônica, equipamentos, condições pedagógicas superiores a qualquer escola privada de Belém. Isso é a expressão do compromisso do nosso governo com a educação da nossa gente. Belém será a primeira cidade sem analfabetos e será uma cidade leitora”, enfatizou o prefeito Edmilson Rodrigues.

A secretária municipal de Educação, Márcia Bitencourt, agradeceu o empenho de toda equipe da Semec e da UEI. “Nós queremos avançar e sabemos que temos um compromisso enorme de deixar as escolas de Belém com espaços assim, espaços de gente, que fazem diferença na nossa sociedade”.

História da UEI – Os moradores antigos relatam que a unidade surgiu da mobilização da comunidade, junto com a Associação do Parque Cabanagem, para atender os filhos dos trabalhadores do bairro e para eliminar um ponto irregular de descarte de lixo no local. 

Assim, em dezembro de 1988, o espaço foi inaugurado com o nome de Creche Municipal Rosemary Jorge, em homenagem à presidente da Fundação Papa João XXII (Funpapa) à época, Rosemary Felipe Jorge.

Em 1997, na primeira gestão do prefeito Edmilson Rodrigues, o espaço passou de creche para Unidade de Educação Infantil, a partir da proposta educacional Escola Cabana.

Texto: Joyce Assunção

Colaboração: Tábita Oliveira

Veja também

Skip to content