Escolas encerram semestre letivo em diálogo com a comunidade e festa junina

• Atualizado há 2 semanas ago

A Escola Municipal de Educação do Campo, Milton Monte, localizada na região das ilhas Sul, em frente ao rio Guamá, realizou reunião do conselho de ciclo, juntamente com os pais dos alunos, onde foram avaliadas as ações da unidade e debatidos novos projetos para serem deliberados de forma coletiva.

“O primeiro semestre foi muito trabalhoso e positivo, porque levamos à frente vários projetos de educação ambiental, como o Por um rio de vida: artes, cores e cidadania”, destacou o diretor Elison Ferreira. A unidade atende mais de 150 crianças do ensino fundamental até o 5º ano.

Ele ressaltou que a educação do município está sendo reconstruída e que as escolas da rede estão todas organizadas. “Esperamos que o segundo semestre seja de novas realizações positivas”, acrescentou o professor.

Reunião de gestores

No dia 22 passado, a Secretaria Municipal de Educação reuniu os gestores escolares para fechamento do semestre letivo. Os gestores foram orientados a fazer a convalidação dos estudos de 2019 a 2021, além de atualizar o cadastro dos estudantes para a efetivação nos programas de renda cidadã Bora Belém, Bora pra Escola e Auxílio Brasil, por meio da busca ativa das famílias.

Segundo semestre

Eles também foram informados das ações prevista para o segundo semestre, como a entrega de novas unidades educativas reformadas e construídas; o Congresso da Criança, previsto para ser realizado no Dia da Infância, 24 de agosto e a I Festa Literária de Belém, que ocorrerá durante a Bienal de Artes, entre 16 e 24 de setembro. O segundo semestre letivo retorna no dia 1º de agosto.

Outras unidades da rede municipal de ensino de Belém, como a Escola Municipal Pedro Demo, localizada em Outeiro, encerrou o semestre, nesta quinta-feira, 30, com a tradicional festa junina. Mais de 1,2 mil estudantes da educação infantil ao ensino fundamental se confraternizaram na quadra da escola. 

Semestre desafiador

De acordo com a diretora Sandra Silva, o primeiro semestre foi positivo pelo retorno das aulas presenciais e, consequentemente, com o projeto de combate ao bullying, além de incentivo à alimentação saudável e leitura.

Mas, Sandra Silva explica que foi um grande desafio para os educadores combater a evasão escolar e recuperar a aprendizagem depois de dois anos de pandemia. A diretora enfatiza que é muito gratificante receber a comunidade dentro da escola, integrando a família e a escola. 

Aluna do 5º ano, Pamella Sofia das Neves Teixeira, 11 anos, diz que estava com muita saudade da escola durante o isolamento da pandemia e de poder se divertir nas festividades. “Fiquei muito feliz quando soube que ia voltar pra escola”, conta Sofia, feliz em dançar quadrilha.

Rede de educação municipal

Conforme dados do Censo Escolar, atualmente, a rede municipal de ensino atende 69.103 estudantes, sendo 33.718 meninas e 35.385 meninos. Na educação infantil são 2.351 crianças sendo 387 com deficiência.

No ensino fundamental são 43.753 estudantes, sendo 1.666 com deficiência; e na educação de jovens, adultos e idosos são 4.731 estudantes, sendo 121 com deficiência.  

Somente neste primeiro semestre foram colocadas em prática grandes ações como o auxílio financeiro Bora pra Escola, o programa Alfabetiza Belém. E, desde 2021, a Prefeitura de Belém realiza obras de manutenção, reforma e construção em mais 80 unidades educativas. Dez delas já reinauguradas, sendo unidades de educação infantil. 

Texto: Tábita Oliveira

Veja também

Skip to content